Cirurgião Plástico - Rio de Janeiro - Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), órgão máximo que dita os meios pelos quais o médico é considerado apto a exercer a cirurgia plástica no Brasil.

Av. das Américas 2480, sala 213, Bloco2, | Lead Américas - Barra da Tijuca  Rio de Janeiro - RJ

contato@bernardoramalho.com.br

(21) 98332 8067  | (21) 3251 4204  |  (21) 98867 3070

© 2020 Dr. Bernardo Ramalho - Todos os Direitos Reservados

 A rinoplastia é a cirurgia das mais tradicionais no âmbito da cirurgia plástica e aquela que mais chama a atenção pelos resultados, devido ao fato do nariz se encontrar no centro da face.  

 

Considerada uma das técnicas que mais evoluíram nos últimos anos, ela permite atualmente resultados estéticos e funcionais (desvio de septo), inclusive melhorando a respiração. 

RINOPLASTIA

Principais dúvidas:

Indicação:

A rinoplastia ou cirurgia plástica de nariz é indicada para a

correção de rinomegalia, ponta caída ou grossa, giba nasal

ntre outros.

Rinoplastia ou cirurgia do nariz melhora a aparência e a proporção do nariz, realçando a harmonia facial e melhorando a autoestima. A cirurgia do nariz também pode corrigir dificuldade respiratória causada por anormalidades estruturais no nariz.

 

Anestesia utilizada:

Tanto a anestesia local quanto a geral ou a associada serão utilizadas na rinoplastia. Ficará a critério do cirurgião e paciente decidirem qual o mais indicado em cada caso. Não existe a chance da anestesia geral “não pegar”, pois temos parâmetros mesmo com a paciente dormindo de verificar se a anestesia está eficaz ou não. Não se preocupe que você jamais sentirá dor no momento da cirurgia.

 

A rinoplastia deixa cicatrizes?

Existem cicatrizes externas pouco aparentes, quase imperceptíveis com o tempo, devido a incisões (cortes) feitos na columela ou nas asas nasais. Nestes casos, impõe-se a colocação destas cicatrizes externas (pouco visíveis) para se proporcionar um melhor resultado à forma final ou mesmo à fisiologia nasal.

 

Tempo de cirurgia:

Depende de cada caso, o tempo pode variar entre 2-4 horas. Em alguns casos este tempo é ultrapassado, desde que as circunstâncias assim o exijam. Entretanto, o tempo de ato cirúrgico não deve ser confundido com o tempo de permanência do paciente no ambiente de centro cirúrgico, pois, esta permanência envolve também o período de preparação anestésica e recuperação pós-operatória. O seu médico poderá lhe informar quanto ao tempo total.

 

Tempo de internação:

Normalmente o paciente fica internado por 24h. Tudo dependerá do tipo de anestesia utilizada e da recuperação do paciente no pós-operatório imediato. O seu médico procurará determinar o tempo de internação, sempre visando seu maior conforto e segurança.

 

Tempo de recuperação:

O paciente utiliza um curativo (Aquaplast) no nariz durante uma semana após a rinoplastia. Ele poderá voltar ao trabalho entre 10 a 15 dias, prazo que dependerá do tipo de atividade exercida. As atividades físicas leves estão liberadas em 15 dias. Já exercícios físicos mais pesados só podem ser retomados em um mês.

 

O resultado definitivo em relação à forma e a função é imediato?

Não. Várias fases são características do pós-operatório do nariz. Logo após a retirada do curativo, em torno o 7º dia, apesar de corrigidos vários defeitos estéticos do nariz original, notamos um edema que vai diminuindo com o passar dos dias e que tende a se normalizar em torno do 6º mês. Existem pacientes que atingem o resultado definitivo um pouco antes, bem como outros que ultrapassam este período. A persistência ou não do edema transitório por um período mais longo que o normal geralmente não interfere no resultado final.

 

Resultado final:

O resultado final da rinoplastia pode ser visto somente após um ano.

 

Poderei escolher, para o meu futuro nariz, a forma que eu desejar?

Não. Existe um equilíbrio estético entre o nariz e a face, equilíbrio este que o cirurgião deve observar a fim de preservar a naturalidade e autenticidade. O paciente deve entender as limitações da cirurgia e não criar falsas expectativas. Todas as duvidas serão debatidas na consulta médica.

 

Como ficará minha respiração após a cirurgia?

Pode haver alguma dificuldade respiratória no pós-operatório imediato da rinoplastia (algumas semanas) devido ao fato do “edema” também existir na parte interna do nariz, assim como o movimento de “válvula respiratória” ficar prejudicado nesse período pela alteração da elasticidade das asas. Com o decorrer do tempo, isto tende a se normalizar. Problemas respiratórios poderão estar ligados ao septo que, em alguns casos, poderá ser corrigido no mesmo tempo cirúrgico por um otorrinolaringologista da equipe. Em alguns casos de disfunção respiratória o dr Bernardo Ramalho opera juntamente com o médico otorrinolaringologista, logo este fica responsável pela parte funcional e o dr Bernardo Ramalho pela parte estética nasal.

 

São utilizados curativos? Quantos?

O nariz é mantido imobilizado com Aquaplast, que o recobre totalmente, por cerca de 7 a 8 dias, período após o qual é retirado no consultório. Em alguns casos, é utilizado o tamponamento nasal que poderá ser deixado por 24 a 72 horas. Se for realizada a correção simultânea do septo, poderá ser ultrapassado este tempo, com troca de tampões.

 

Ouvi dizer que o nariz “sangra” nos primeiros dias. Isto é verdade?

Existe um pequeno sangramento, que é normal nas primeiras 48 horas. Isto, entretanto, não deverá ser motivo de preocupação, pois um curativo de proteção, sobreposto a abertura do nariz, é conservado propositadamente a fim de conter esse sangramento. Este curativo adicional poderá ser trocado em casa, tantas vezes quanto necessário.

 

Há dor no pós-operatório?

Raramente. A cirurgia plástica de nariz apresenta um pós-operatório bastante confortável. Quando ocorrer uma eventual dor, esta é facilmente combatida com analgésicos, que lhe serão receitados como preventivos.

 

Há perigo nesta operação?

Raramente, uma cirurgia de rinoplastia determina sérias complicações. Porém todos os procedimentos cirúrgicos exigem precauções e devem ser feitos por profissionais qualificados.  Todos os procedimentos cirúrgicos podem ter complicações. Tire todas as suas dúvidas durante a consulta.

 

Em que posição deverei dormir nos primeiros dias?

Sempre com a cabeça discretamente elevada do leito (travesseiro). Manter-se com a face voltada para cima sempre que possível (barriga para cima).

 

Quando poderei tomar sol?

Geralmente após o 3º dia de pós-operatório não existe qualquer inconveniente em se expor eventualmente ao sol da rua. Se a face apresentar equimoses (aquelas manchas características de infiltrado sanguíneo),deverá ser utilizado um creme foto-protetor FPS 30 na face, evitando exposições ao sol diário. Entretanto, para exposições longas (praias, banhos de sol), aconselha-se aguardar um período mínimo de 30 a 45 dias.

Qual a evolução pós-operatória?

Você não deve se esquecer de que até que se atinja o resultado almejado, diversas fases evolutivas são características deste tipo de cirurgia. Desta forma, edema, “manchas” de infiltrado sanguíneo, dificuldade respiratória nos primeiros dias são comuns a todos pacientes. É evidente que toda e qualquer preocupação de sua parte deverá ser transmitida ao seu cirurgião plástico, e somente a ele, que tem condições de lhe esclarecer e tranquilizá-lo(a). Em tempo: geralmente existe um período de euforia, logo que se retira o gesso ou o imobilizador (7º dia). Em raros casos, uma discreta ansiedade advém em decorrência do aspecto transitório do edema e das manchas sanguíneas. Isto é passageiro e geralmente reflete o desejo de se atingir o resultado final o quanto antes. Tenha paciência. Lembre-se de que nenhum resultado de cirurgia estética do nariz deverá ser avaliado antes do 6º mês pós-operatório.

 

 

RECOMENDAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIAS:

– Comunicar-se com seu cirurgião até a véspera da cirurgia em caso de gripe, resfriado, coriza ou quaisquer sintomas que afetem a boca, o nariz ou a garganta;
– Internar-se no hospital indicado, obedecendo ao horário estabelecido;
– Em caso de internar-se no mesmo dia da operação, comparecer ao hospital totalmente em jejum;
– Evite bebidas alcoólicas ou refeições fartas na véspera da cirurgia.

 

RECOMENDAÇÕES PÓS-OPERATÓRIAS:

– Evitar traumatismos locais no pós-operatório;
– Evitar sol, vento ou friagem nos três primeiros dias;
– Trocar o curativo externo tantas vezes quanto necessário;
– Cuidados especiais com o gesso ou o imobilizador: não traumatizar o curativo, evitar a umidade ou a tentação de “retirá-lo para ver como ficou o nariz”;
– Obedecer à prescrição médica (receita);
– Voltar ao consultório para curativo no dia e hora indicados;
– Não se preocupar com as narinas obstruídas, em caso de estar usando tampões. Aguarde retirada dos mesmos;
– Evitar sol de praia no período de 30 a 45 dias. Poderá, entretanto, expor-se ao sol ocasional de rua, a partir do terceiro dia, desde que obedecidos os cuidados anteriormente descritos;
– Não usar óculos, até que seja autorizado (a). Caso seja imprescindível a utilização dos óculos, solicite orientação ao seu médico de como fazê-lo;
– Não se preocupar com as formas intermediárias nas diversas fases (o nariz está inchado);
– Tire com seu cirurgião plástico quaisquer dúvidas. Evite sensibilizar-se pelas opiniões dos amigos nesta fase inicial.