Existe uma certa confusão entre os termos lipoaspiração e lipoescultura. 

LIPOASPIRAÇÃO E LIPOESCULTURA

Lipoaspiração:

Trata-se de uma cirurgia para retirada de gordura de áreas específicas do corpo, por segurança do paciente só é permitido em torno de 5-7% do peso corporal. A cirurgia de lipoaspiração não tem como objetivo o emagrecimento, mas sim a retirada de gordura de uma área localizada – exemplo:  queixo (“papo”), mamas, abdome, flancos (“pneus”), cintura, costas, nádegas, coxa e joelho.

A lipoaspiração não é um substituto das dietas, mas promove a remoção das gorduras que não respondem aos tratamentos de emagrecimento ou aos exercícios físicos.

A cirurgia é realizada através de uma incisão milimétrica por onde é feita a aspiração da gordura indesejada. A quantidade de gordura aspirada varia de acordo com a região e as necessidades de cada caso em particular.

Atualmente essa cirurgia, quando feito por profissionais habilitados (leia-se membro da SBCP), é segura pois utilizamos equipamentos modernos, cânulas de lipoaspiração seguras que causam menos trauma ao tecido, infiltração com anestesia (o que leva menor sangramento e menos dor no pós operatório), meias elásticas para prevenção de trombose, entre outros. Somente faça a lipoaspiração em ambiente hospitalar e que tenha CTI (não que vá precisar de CTI, porém é necessário por segurança) ; jamais faça em consultórios/ clínicas não equipadas.

Lipoesculura:

Após a retirada de gordura de determinada área com a lipoaspiração, é realizada a colocação dessa mesma gordura em outra áreas para dar volume desejado (por exemplo em glúteos) esculpindo o contorno corporal como desejado. Na lipoescultura, retira-se depósitos de gordura que não cedem nem mesmo com regimes alimentares ou exercícios físicos e transfere este material para regiões que necessitam de um aumento de volume ou atenuação de depressões ou sulcos, obtendo um perfil corporal bastante harmonioso.

Para aumento da região glútea, somente há dois métodos seguros, a lipoescultura (enxerto de gordura da própria paciente) ou prótese de silicone glútea. Jamais realize procedimentos conhecidos como bioplastia, como preenchedores sintéticos (PMMA, metacryl entre outros), pois no futuro podem causar necrose do tecido (como já ocorreu em muitos casos divulgados pela mídia).

 

Indicação:

Retirada de gordura de áreas específicas do corpo (lipoaspiração) e posterior colocação em locais em que se deseja maior projeção ou correção de depressões ou sulcos (lipoescultura)

Para o sucesso da cirurgia é necessário a paciente estar no peso ideal (IMC <25) ou no máximo no sobrepeso (IMC <30)

Confira seu IMC:

IMC é significa Indice de Massa Corporal, é um parâmetro da medicina para indicar se o paciente está obeso ou não.

 

IMC =   Peso (kg) / Altura ao quadrado(m)

 

IMC  18-25 = peso ideal

IMC   25 – 30 = sobrepeso

IMC   30-35 = obesidade grau 1

IMC   35- 40 = obesidade grau 2

IMC   > 40 = obesidade grau 3 (obesidade mórbida)

Principais dúvidas:

Anestesia utilizada:

Anestesia geral, peridural ou local assistida.(depende de cada caso)

 

A lipoescultura deixa cicatriz muito visível?

As cicatrizes resultantes de uma lipoescultura ou lipoaspiração são mínimas, localizadas em diversas partes do corpo, de modo a permitir acesso às áreas a serem operadas. Seu tamanho varia entre 5 a 8 milímetros e são planejadas para ficar pouco visíveis. (normalmente escondidas pelas roupas intimas)

 

Tempo de cirurgia:

Dependendo da extensão das áreas a serem tratadas, o tempo varia de uma a três horas.

 

Tempo de internação:

12-24h

 

Tempo de recuperação:

O paciente pode voltar às atividades normais em uma semana, lembrando sempre de se hidratar bastante. Deve-se evitar exposição solar e fazer uso de foto protetor por um mês já que tendência ao aparecimento de equimoses. As atividades físicas leves, como caminhada, estão liberadas em uma semana. Já exercícios pesados como musculação e corrida após 30 dias. É preciso fazer uso de cinta durante três meses, sendo que no primeiro mês, durante 24 horas por dia e, nos subsequentes, o paciente já poderá dormir sem ela. Sessões de drenagem linfática são indicadas pelo dr Bernardo Ramalho, para fornecer recuperação mais rápida.

 

Resultado final:

O resultado final pode ser visto entre três e seis meses.


 

Quantos quilos vou emagrecer com a lipoescultura?

Sendo uma cirurgia que retira determinada quantidade de gordura, evidentemente haverá uma redução no peso, que varia de acordo com o volume corporal de cada paciente. Entretanto, não são os “quilos” retirados que definirão o resultado estético, mas sim as proporções que cada área determinada mantenha com o restante do corpo. Assim é que as mulheres que apresentam certo abaulamento no abdome ou em outras partes do tronco, assim como nos quadris e na parte superior das coxas, poderão ter uma pele firme ou eventualmente flácida. Nos primeiros dias de pós operatório não haverá redução do peso, pois apesar de ter sido retirada a gordura, a paciente apresentará edema. Porém a partir de 7 dias, já começará a ficar evidente o resultado cirúrgico.

A avaliação correta reúne três itens: qualidade da elasticidade da pele, quantidade de gordura e sua localização permitirá avaliar o resultado. Há casos, em que o(a) paciente está com o peso acima do normal (estes encaminharemos a nossa equipe de nutrição e/ ou endocrinologia), para operá-las posteriormente em caso de necessidade. Existem casos em que retira-se gordura de certas áreas e se reinjeta esta em outras regiões que necessitam aumentar seu volume. Parte dessa gordura poderá se reabsorver. É impossível se prever o percentual de permanência dessa gordura, entretanto, são dedicados cuidados especiais no tratamento dessa gordura a fim de propiciar maior possibilidade de sucesso. Existe um preparo adequado dessas gorduras para menor absorção com o tempo, e será elucidado durante a consulta.

 

Em quanto tempo atingirei o resultado definitivo?

Nas primeiras semanas ou mesmo meses, algumas áreas, além de estar sujeitas a períodos de “inchaços” (edemas) poderão apresentar alguns pontos mais densos que outros. Esses geralmente só são perceptíveis à palpação e tendem a desaparecer após o terceiro mês. Com o decorrer dos meses, tendo-se realizado as devidas drenagens linfáticas e os exercícios orientados para modelagem, vai-se gradativamente atingindo o resultado definitivo. Nunca se deve considerar como definitivo qualquer resultado, antes de 6 a 9 meses do pós-operatório.

 

Poderei ter filhos futuramente? O resultado não ficará prejudicado?

O resultado poderá ser preservado, desde que na nova gestação seu peso seja controlado. Se você voltar ao seu peso anterior e sua pele não apresentar flacidez e estrias decorrentes da gravidez, as formas obtidas serão mantidas. Devemos salientar, entretanto, que o corpo da mulher sofre variações da forma com o decorrer do tempo, devido à disposição da gordura nas diversas áreas corporais, principalmente no abdômen, cintura e coxas. Assim é que a cada 5 ou 10 anos, muda a disposição da gordura no corpo de uma pessoa. Mesmo assim, aquele excesso retirado nas áreas devidas sempre lhe proporcionarão uma melhor evolução, mesmo que se venha a ganhar certo peso.

O pós-operatório da lipoaspiração é muito doloroso?

Geralmente não. Uma lipoaspiração ou lipoescultura de evolução normal não deve apresentar dor desde que obedecidas às orientações pós-operatórias. Eventuais incômodos são contornados com a utilização de analgésicos e anti-inflamatórios.

Há perigo nesta operação?

Raramente, a lipoaspiração traz sérias complicações, desde que realizada dentro de critérios técnicos. Isto se deve ao fato de se preparar convenientemente cada paciente para o ato operatório, além de ponderarmos sobre a conveniência de associação desta cirurgia simultaneamente a outras. Entretanto, é importante levar em conta, que grandes volumes retirados poderão determinar riscos, tanto no ato operatório quanto no pós-operatório. É consenso, na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, que o volume total de gordura a ser retirado por sessão, não ultrapasse a 5 a 7% do peso corporal. O seu cirurgião deverá lhe esclarecer detalhadamente sobre o volume ideal para o seu caso.

Existem duas complicações mais temidas na cirurgia de lipoaspiração: sangramento (que atualmente é menor do que 1% graças as infiltrações realizadas no momento da cirurgia) e perfuração intestinal (que é bastante rara atualmente com o uso de equipamentos modernos e avaliação pré operatória de hérnias abdominais)

São utilizados curativos?

Sim. São utilizados curativos semi-compressivos com cintas especiais, mantidos por um período de 30 a 45 dias em média.

 

Quando são retirados os pontos?

Em torno de 7 dias

 

Quando poderei tomar banho completo?

Geralmente no dia seguinte à cirurgia.

Qual a evolução pós-operatória?

Não deve se esquecer de que até que se consiga atingir o resultado almejado, diversas fases são características deste tipo de cirurgia. Entretanto, poderá lhe ocorrer alguma preocupação no sentido de “desejar atingir o resultado final antes do tempo previsto”. Seja paciente, pois o seu organismo se encarregará de dissipar todos os pequenos transtornos intermediários que, infalivelmente chamarão a atenção de alguma de seu(suas) amigo(a)s que não se furtará à observação: “Será que isto vai desaparecer mesmo?”. É evidente que toda e qualquer preocupação de sua parte deverá ser transmitida ao seu cirurgião plástico, e somente a ele, que lhe dará os esclarecimentos necessários para sua tranquilidade.

Em algumas pacientes, ocorre uma certa ansiedade nesta fase, decorrente deste aspecto transitório. Isto é passageiro e geralmente reflete o desejo de se atingir o resultado final o quanto antes. Lembre-se de que nenhum resultado deverá ser considerado como definitivo antes dos 6 aos 9 meses. Condutas complementares em academias, esteticistas ou mesmo fisioterapeutas poderão melhorar bastante o resultado final, pois, a modelagem muscular é um fator de grande importância no novo contorno corporal.

 

O que é a hidrolipoaspiração?

É um nome dado à um procedimento antigo. Na verdade, é uma lipoaspiração de menor porte feita em consultório. Da mesma forma que a lipoaspiração tradicional deve ser feita apenas por cirurgião plástico devidamente formado. A maioria das complicações em cirurgias de lipoaspiração ocorre quando são feitas por médicos sem formação adequada.

 

RECOMENDAÇÕES PRÉ-OPERATÓRIAS:

– Comunicar-se com seu cirurgião plástico até dois dias antes da cirurgia, em caso de gripe, período menstrual, indisposição, etc.
– Internar-se no hospital ou clínica indicada na Guia de Internação, obedecendo ao horário estabelecido;
– Evitar bebidas alcoólicas ou refeições muito fartas na véspera da cirurgia;
– Evitar todo e qualquer medicamento para emagrecer, que eventualmente esteja utilizando, por um período de 10 dias antes do ato cirúrgico. Isto inclui também certos diuréticos;
– Programe suas atividades sociais, domésticas, profissionais ou escolares, de modo a não se tornar indispensável a terceiros, por um período de aproximadamente quatro dias.

 

 RECOMENDAÇÕES PÓS- OPERATÓRIAS:

– Evitar esforços nos 8 primeiros dias;
– Levantar-se tantas vezes quanto lhe for recomendado por ocasião da alta hospitalar, obedecendo aos períodos de permanência sentado(a), assim como evitar ao máximo grandes esforços;
– Não se exponha ao sol ou friagem, por um período mínimo de uma semana;
– Obedecer à prescrição médica;
– Voltar ao consultório para os curativos subsequentes nos dias e horários estipulados;
– Provavelmente, você estará se sentindo tão bem a ponto de se esquecer de que foi operado recentemente. Cuidado! A euforia poderá levá-lo(a) a um esforço inoportuno, o que determinará certos transtornos. Vale ressaltar que entre o terceiro e o quinto dia de pós-operatório, poderá haver uma discreta depressão emocional ou mesmo física. Isto é previsto e explicável pela recuperação do seu organismo, em prol da sua fisiologia corporal.
– Não se preocupe com as formas intermediárias nas diversas fases. Tire com o seu cirurgião plástico e somente com ele, quaisquer dúvidas que possam surgir.
– Faça uma alimentação normal (salvo casos especiais). Recomendamos alimentação hiperproteica (carnes, ovos, leite) assim como o consumo de frutas.
– Espere para fazer sua “dieta ou regime de emagrecimento” após a liberação médica. A antecipação desta conduta por conta própria poderá determinar consequências difíceis a serem sanadas.

Cirurgião Plástico - Rio de Janeiro - Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), órgão máximo que dita os meios pelos quais o médico é considerado apto a exercer a cirurgia plástica no Brasil.

Av. das Américas 2480, sala 213, Bloco2, | Lead Américas - Barra da Tijuca  Rio de Janeiro - RJ

contato@bernardoramalho.com.br

(21) 98332 8067  | (21) 3251 4204  |  (21) 98867 3070

© 2020 Dr. Bernardo Ramalho - Todos os Direitos Reservados