(21) 3251 4204  |  (21) 98332 8067

(21) 98867 3070

Av. das Américas 2480, sala 213, Bloco2,

Lead Américas - Barra da Tijuca

Rio de Janeiro - RJ

contato@bernardoramalho.com.br

  • Facebook - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
Cirurgião Plástico Rio de Janeiro Barra da Tijuca

© 2016 Dr. Bernardo Ramalho - Todos os Direitos Reservados

Cirurgião Plástico - Rio de Janeiro - Especialista em Cirurgia Plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), órgão máximo que dita os meios pelos quais o médico é considerado apto a exercer a cirurgia plástica no Brasil.

CÂNCER DE PELE

Lesões de pele como verrugas, lipomas, cistos sebáceos, pintas,

câncer de pele devem ser retirados por profissionais qualificados,

como cirurgiões plásticos membro da SBCP, para maior

segurança e melhor cicatrização.

Devemos suspeitar de lesões enegrecidas, avermelhadas, ou

feridas que não cicatrizam ou sangram espontaneamente pois

pode ser um dos tipos de câncer (neoplasia) de pele; porém é

necessária a exérese (retirada) da lesão e enviada para biopsia. O

diagnostico de câncer de pele só pode ser dado após biopsia da

lesão.

Devemos suspeitar de lesões enegrecidas, avermelhadas, ou feridas que não cicatrizam ou sangram espontaneamente pois pode ser um dos tipos de câncer  (neoplasia) de pele; porém é necessária a exérese (retirada) da lesão e enviada para biopsia. O diagnostico de câncer de pele só pode ser dado após biopsia da lesão.

 

A neoplasia de pele é o tipo de câncer mais comum no mundo.

Diferentemente dos outros tipos de câncer, felizmente o câncer de pele normalmente não “se espalha” (metastiza) com a mesma velocidade de outros canceres, portanto a maioria deles podem ser curados com a simples retirada (desde que tenha margens livres)

 

O principal fator de risco para câncer de pele é a exposição solar.

O sol emite radiações ultravioleta do tipo A, B e C (UVA, UVB e UVC). UVA é responsável pelo fotoenvelhecimento, ou seja, o envelhecimento da pele como manchas e rugas; UVB é o causador do câncer de pele, essa radiação consegue penetrar na nossa pele mesmo nos dias chuvosos ou nublados, dai a importância de se usar os protetores solares; Já UVC não consegue penetrar no nosso planeta Terra graças a cama de Ozônio.

 

Normalmente a radiação solar que pegamos durante a infância e adolescência que é a responsável pelo tumor de pele anos depois. Portanto é preciso aplicar protetor solar a vida toda! ;) 

 

Tratamento:

O tratamento de câncer de pele, bem como qualquer forma de câncer, pode requerer cirurgia para remover os tumores,
O cirurgião plástico remove, cirurgicamente, lesões cancerígenas e demais lesões da pele utilizando técnicas especializadas para preservar sua saúde e sua aparência,
Embora nenhuma cirurgia fique sem cicatrizes, o dr Bernardo Ramalho fará o possível para tratar o câncer de pele sem mudar radicalmente sua aparência,

Algumas lesões, dependendo do tamanho e da região, necessitam de rotação de retalhos ou enxertos de pele, para melhor cicatrização e não criar deformidades.

 Para algumas pessoas, a reconstrução pode exigir mais de um procedimento para que se obtenham os melhores resultados.

 

 

O que são margens livres?

Quando se tem uma lesão neoplásica (câncer) devemos retirá-la com uma certa margem de segurança, ou seja, com alguns mm ou cm (varia de acordo com o tipo de câncer) para que não haja células cancerosas na pele do paciente. Todas as células neoplásicas devem ser retiradas para ter completa cura do câncer.  O resultado da biópsia determinará se a lesão está com margens livres ou não. Caso apresente margens comprometidas, dependendo da região da lesão, o paciente deverá passar por outra cirurgia para ampliação das margens. A maioria dos tumores de pele não há necessidade de radioterapia ou quimioterapia, a simples retirada da lesão (com margem de segurança) já é suficiente para a cura do paciente.

 

 
Tipos de câncer de pele:

Carcinoma Basocelular (CBC), carcinoma espinocelular (CEC), melanoma.

Para cada tipo de neoplasia de pele, existem diversos subtipos, os quais determinam a gravidade da doença. Será discutido durante a consulta com o dr Bernardo Ramalho.

 

Anestesia:

Depende da região a ser operada. Normalmente é realizada uma anestesia local (com ou sem sedação). Tumores maiores pode ser necessário anestesia geral.

 

Custos da cirurgia:

Os custos variam de acordo com a localidade e tamanho da lesão, sem precisará de retalhos, enxertos entre outros.

Pequenas lesões podem ser feitas na clinica porem lesões maiores devem ser feitas em hospital ( o que aumentam o custo final). Porém, a maioria dos planos de saúde reembolsam os pacientes, mesmo fazendo com medico particular, pois essas lesões são de caráter reconstrutivo e não estético.

 

Recomendações finais:

Normalmente lesões de câncer de pele aparecem em áreas do corpo expostas ao sol. Mesmo após completo tratamento da lesão, outras lesões poderão aparecer em diferentes locais do corpo, portanto é necessário o acompanhamento com o médico semestralmente.